Tudo sobre o segundo cd da Tinashe, “Joyride”. Ouça “Party Favors”!

cats86b3f

Nem deu tempo de enjoar ainda do “Aquarius” e já temos até data para o segundo cd da Tinashe.

Apertem os cintos! Baseado em dois sentimentos que ela teve nesse último em que estourou no mainstream como uma das melhores promessas da música, Tinashe resolveu escolher “Joyride” como o nome de seu novo disco. JOY da alegria de ter sido tão bem recebida pelo público e crítica, e RIDE pela jornada que esse foi, lembrando que ela até viajou o mundo abrindo shows da Katy Perry, Nicki Minaj e Ariana Grande!

A diferença entre o primeiro e o segundo álbum? De acordo com ela: FOCO.

 

Uma grande parte do “Joyride” foi entrar no projeto com foco, significado que não gravaríamos um monte de músicas, e ele não seria tão experimental. Nós definitivamente sabíamos o que queríamos, e fomos muito mais eficientes em alcançar esse objetivo. Tem tanta coisa acontecendo também e eu tenho tanta coisa pra fazer que na verdade nem teríamos outra opção!

Quando ela fala “nós”, quer dizer a lista estelar de produtores do novo trabalho: Dr. Luke, Max Martin, Hit-Boy, Travi$ Scott, Nic Nac, and Dev Hynes. Só hitmakers tanto do mainstream, como Dr. Luke, quanto do alternativo, como Dev Hynes.

Lembram que ela lançou há poucas semanas um vídeo de “Bet/Feels Like Vegas” já encerrando a “era” antiga? Então aqui já tem o trailer da nova:

O som do trailer é “Party Favors”, a primeira amostra, com participação do Young Thug e produção do hitmaker Boi-1da, parceirão do Drake.

A música é bem distante dos singles comerciais da Tinashe, mas cabe direitinho nesse tipo de R&B alternativo que ela faz, que tem gente que chama de “stoner R&B” (R&B de maconheiro, haha), “baby making R&B” (música para sexo) ou só alt-R&B mesmo.

Apesar de “Party Favors” ser a cara dela, é bemmmm improvável que a gravadora vá apostar nela como primeiro single. Está FKA Twigs demais. Não tem nem de longe o furor de “2 On” ou “All Hands On Deck”. É bem provável que ela faça a mesma coisa, tenha lá suas faixas mais introspectivas e reflexivas, e os hip hop comercialzão de “Watch Me Work”.

Uma coisa é fato, ela teve mais opinião dessa vez, como deixou claro em uma entrevista à RollingStone:

[Sobre o cd] Tem sido um processo de aprendizado. Quando eu estava fazendo o “Aquarius”, algumas pessoas não respeitavam minha opinião. Eu acho que era uma combinação da minha idade, ser uma nova artista, e uma mulher. Mas você não pode permitir que outras pessoas ditem o seu processo criativo.

Agora vemos ver só se ela funciona melhor com mais ou menos input da gravadora. Se “Joyride” está marcado para novembro, é bem provável que o primeiro single oficial mesmo, e para as rádios, apareça no fim de setembro, começo de outubro.

E aí? Acham que a Tinashe vai conseguir voltar com tudo? O que acharam de Party Favors?

 

Comentários

comentários

3 Comments

Deixe uma resposta