AlunaGeorge retorna com o pé na porta (e Popcaan) em “I’m In Control”.

alunageorge-new1

Se o duo esteve ausente para criar hits instantâneos como esse, a espera está valendo a pena.

Quando Aluna Francis e George Reid aconteceram de verdade, em 2013, com seu espetacular disco de estreia “Body Music”, eu logo me apaixonei pelos incríveis singles “You Know You Like It” e “Attracting Flies”. Inicialmente o cd não tinha pegado tanto, mas 1 ano depois e eu já estava obcecado por cada uma das faixas.

Mais atrasado que eu foram os Estados Unidos, que estranhamente aceitaram os britânicos em sua vida só no verão do ano passado, quando “You Know You Like It” (um single de quase 4 anos) estourou na Billboard com um remix do DJ Snake e chegou até o #13 no hot 100, se transformando no grande lançamento dos dois do lado de cá do Atlântico. O que eu não entendi bem, porque nem tão diferentão é o remix.

Depois de deixar a gente na espera por novidade por tantos anos, os dois estão prontos para um comeback digno, e ele veio na forma da instantânea “I’m In Control”. Quem gosta do duo já vai identificar de cara os pontos fortes deles aplicados à faixa. O vocal aveludado de Aluna, as batidas eletrônicas quebradas meio 90’s e até as modulações vocais pesadíssimas no auto-tune em uns momentos de “uuhhh ahhhh”, presente em várias músicas deles. É “poptrônica” da melhor qualidade.

“I’m In Control” tem uma vibe fortíssima de tropical house, ainda mais com a participação do artista de dancehall Popcaan, que ganhou notoriedade em 2015 no single “I Know There’s Gonna Be (Good Times)”. Parceria com o Jamie XX, o single entrou em praticamente todas as listas de melhores canções do ano, e catapultou o Popcaan a outro nível, mostrando que dancehall e eletrônico casam muito bem. Aliás, eu diria que dá pra dizer que essa nova é meio “I Know There’s Gonna Be pt. 2″.

Apesar dos novos temperos, “I’m In Control” continua sendo, de certa forma, a zona de conforto do Alunageorge, algo que não reclamo, porque se o disco todo for delicioso assim, não vejo a hora de devorá-lo. Pelo que disseram no programa da Annie Mac, o disco se chamará “I Remember”, sairá em alguns meses e teve muito mais instrumentos gravados ao vivo em comparação à base praticamente 100% de sintetizadores do “Body Music”. Colaboradores confirmados são o Flume e o Zhu, com quem já tinham colaborado no single “Automatic”.

Seguraaaaaaa 2016 senão o coração não aguenta! <3

Comentários

comentários

Deixe uma resposta