A banda mais irada do colégio no vídeo de “É da Rádio?” da Banda Uó

Uma família disfuncional e a desenhos na parede do colégio (daqueles que a gente fazia quando era adolescente e achava que era muito IRADO) são as atrações principais do primeiro single do disco “Veneno”.

“Quando toca / fica louca / explode o toba / rasga a roupa / põe na língua até desmanchar na na na.” Primeiro eu tenho que tirar esse refrão da cabeça antes de continuar, difícil.

Voltando ao vídeo, enquanto Mateus, Davi e Candy Mel nos lembram como era ter ídolos do rock nos anos 90, uma família apronta no sofá, família essa que tem membros como a avó, Rita Cadillac, e a mãe, Stripperela. A banda aparece no melhor estilo 90’s fashion, com camisa de time, pantalonas, chapéu pescador, psicodelia, penteado frosted tips, símbolo das boy bands, óculos de sol de lente colorida e até calça boca de sino, ícone dos anos 70, mas que teve um ‘comeback’ fortíssimo nos anos 90 (até eu já usei, rs). Não podia faltar a “câmera jovem”, que era super cool há 20 anos, quando o cameraman ia percorrendo a galera com a câmera na mão e fazendo uns ângulos ~muito loucos~.

No maior estilo ‘filme de escola’, também tem cheerleaders e skatistas, porém vou ter que dizer que nada disso se compara ao ápice do vídeo para mim, uma atração especial durante o solo de guitarra da música, cortesia da maravilhosa Stripperela, hahaha.

A única coisa que faltou, para me agradar mais ainda, foi nos mostrar um pouco mais dessa família interagindo. Com personagens tão malucos, seriam legal ver como eles interagm entre eles. Mas seria um extra.

Uma das maiores qualidades da Banda Uó visualmente é o acerto na hora de criar conceitos, tarefa do Mateus Carrilho, o diretor criativo dos clipes do grupo. Eles sempre vem com ideias bem desenhadas, e há uma preocupação estética com todas as pontas: a edição, direção, styling, maquiagem, etc. Tudo se encaixa no conceito criado.

É diversão, é pra se jogar, é pra rasgar a roupa, é o Armageddon das gatas, é da rádio?

Comentários

comentários

3 Comments

Deixe uma resposta